Rafael Nadal diz que recorde de Slam não é um objetivo

Rafael Nadal

Abu Dhabi, Emirados Árabes – Cada vez mais próximo de igualar o recorde de Grand Slam, que atualmente pertence ao suíço Roger Federer com 20 conquistas, o espanhol Rafael Nadal garante que igualar ou ultrapassar essa marca não é um objetivo. O atual número 1 do mundo diz que sua meta é seguir trabalhando duro e que os resultados são consequência disso.

“É óbvio que seria incrível ganhar o 20º título do Grand Slam, mas tudo bem se nada acontecer porque saberei que me esforcei ao máximo. Não posso reclamar de nada desde que continue trabalhando duro”, afirmou o espanhol em entrevista à AFP. Nesta sexta-feira (20), ele estreia no Mubadala World Tennis Championship contra o russo Karen Khachanov.

“Não posso dizer que esse é o meu principal objetivo da nova temporada, pois a única coisa em que me concentro é o trabalho diário. O que quero fazer é permanecer competitivo e sentir que dei tudo o que podia na quadra. Tenho que continuar fazendo o meu trabalho e assim me dar a oportunidade de lutar pelos grandes títulos”, complementou o canhoto de Mallorca.

Questionado sobre a temporada que passou, Nadal a descreveu como mágica, apesar de passar por momentos duros por causa de lesões. “Foi muito emocionante vencer Roma, Roland Garros e o US Open, além de poder terminar a temporada faturando a Copa Davis em casa. Foram experiências inesquecíveis e fico muito feliz por poder continuar vivendo essas coisas”, analisou.

O espanhol também falou sobre o peso da idade e se mostrou resiliente apesar de saber que é um fator a mais para lidar. “Não vou negar que gostaria de ser cinco anos mais jovem, mas estou muito feliz com o desenvolvimento da minha carreira esportiva. Sempre dei o meu melhor e tenho muito orgulho da minha filosofia de trabalho. Espero continuar podendo me divertir na quadra e ser competitivo no mais alto nível”, finalizou Rafael Nadal.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima