Em Budapeste, brasileiros estreiam com vitórias no Mundial de tênis de mesa

Data:

Entre torneios de duplas e individuais, sete mesatenistas do Brasil fizeram seus primeiros jogos hoje e começaram com vitória

Em plena Páscoa, os brasileiros fizeram um primeiro dia perfeito em Budapeste, na Hungria, pelo Mundial de tênis de mesa. O domingo (21) foi de 100% de aproveitamento para os atletas que estrearam hoje, entre confrontos individuais e de duplas, nos sete jogos disputados no Hungexpo.

Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi foram os primeiros representantes com vitória. Ainda no início da manhã, pela fase preliminar 1 do torneio de duplas mistas, enfrentaram Zeyad Aldmaisy e Sewar Abuyaman, da Jordânia. A vitória veio por 3 a 0 (11/6, 11/6 e 11/4). Pela fase seguinte, enfrentaram os gregos Ioannis Sgouropoulos e Maria Christoforaki e conquistaram nova vitória: 3 a 0, com parciais de 11/6, 11/8 e 11/6.

- Advertisement -

Jéssica Yamada foi a primeira a estrear no individual feminino e ganhou com facilidade. A adversária foi Mimoza Tynaeva, do Quirguistão, pelo grupo 58. Após o resultado de 4 a 0 (11/1, 11/5, 11/4 e 11/1), a brasileira analisou o confronto e ressaltou que precisa ter o mesmo foco apresentado hoje para poder passar de fase.

Lin Gui e Eric Jouti também estrearam bem nas duplas mistas. Começando já na fase preliminar 2, eles enfrentaram Chi Cheng Cheong e I Cheng Kuok, do Macau, e fizeram prevalecer suas qualidades: 3 a 0, com parciais de 11/6, 11/5 e 11/3.

“Jogamos juntos faz tempo, já conhecemos o estilo de jogo um do outro. Depende da gente, se jogarmos bem, podemos avançar”, comentou Eric, sobre uma possível vaga na chave principal.

No masculino, o primeiro a jogar foi Thiago Monteiro, pelo grupo 10. Em boa fase, o brasileiro conseguiu sua primeira vitória no Mundial contra Haitham Al-Mandhari, do Omã. As parciais de 11/5, 11/6, 11/1 e 11/4 fizeram o placar de 4 a 0.

Jogando Mundiais desde 1999, o mesa-tenista soube usar bem sua bagagem: “Vi que meu adversário não tinha tanta experiência, mas, ainda assim, está aqui para ganhar e eu também quero ganhar. Então aproveitei o jogo para me habituar com o local e me preparar para o confronto seguinte”.

Após a vitória nas duplas mistas, Lin Gui também venceu no torneio individual. A adversária da brasileira foi Maria Christoforaki, da Grécia, derrotada pelo placar de 3 a 1 (11/7, 11/8, 9/11, 11/7 e 11/9), pelo grupo 11. Fechando o dia para o Brasil, pelo grupo 35, Vitor Ishiy estreou na competição contra o neozelandês Nathan Xu e manteve os 100% de aproveitamento: 4 a 1, com parciais de 11/3, 11/6, 10/12, 11/8 e 11/8.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes