Brasil vira o jogo e bate a França pela quinta etapa da Liga das Nações

Brasil vira o jogo e bate a seleção francesa pela quinta etapa da Liga das Nações

A seleção francesa começou na frente, fechando o primeiro set em 25 a 23, mas o selecionado nacional buscou a vitória até o fim

Nesta sexta-feira, 28, a seleção brasileira masculina de vôlei enfrentou uma forte seleção francesa, mas conseguiu, de virada, a vitória da primeira partida da quinta e última etapa da Liga das Nações. O selecionado nacional derrotou os frances por 3 sets a 1, com parciais de 23/25, 25/18, 25/23 e 25/23, no ginásio Nilson Nelson, em Brasília, Distrito Federal.

Com este resultado, o Brasil soma 12 vitórias e apenas uma derrota na competição. Na primeira semana, em Katowice, na Polônia, venceu Estados Unidos, Austrália e Polônia; na segunda, em Tóquio, no Japão, bateu Irã, Japão e Argentina; em Gondomar, em Portugal, sofreu seu primeiro resultado negativo, para a Sérvia, e venceu China e Portugal.

O ponteiro Leal, maior pontuador da partida com 15 pontos, comemorou a vitória e o apoio dos mais de 7.500 torcedores no ginnásio  Nilson Nelson.

“Estou muito feliz. Fizemos um bom jogo, jogamos muito bem, então, estamos felizes por poder jogar aqui, com essa torcida brasileira, que nos recebe tão bem. Foi um bom fim de semana em Cuiabá e aqui começou muito bem também”, disse Leal.

Outro destaque ficou por conta do ponteiro Douglas, que entrou no segundo set e foi o segundo maior pontuador, com 13 pontos.

“Nosso time tem tanta gente boa para entrar e ajudar da melhor maneira possível. Estamos treinando muito forte, revezando o time durante a competição toda justamente para situações como essa, quando é preciso e o outro entra e faz o seu melhor. Isso aconteceu hoje”, comentou Douglas.

O central Flávio também teve a chance de atuar nesta noite, ao entrar no terceiro set e marcar oito pontos, pontuando em todos os fundamentos: três de ataque, quatro de bloqueio e um de saque. “Recebi a oportunidade, acho que joguei bem e consegui ajudar o Brasil, o que sempre é o mais importante”, comemorou o jogador.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima