Ultimate magazine theme for WordPress.

Polônia derrota o Japão e classifica o Brasil na Liga das Nações

Seleção brasileira avançou às finais mesmo sem entrar em quadra nesta terça-feira

A seleção brasileira feminina de vôlei está garantida nas finais da Liga das Nações deste ano. E o melhor: a seleção nem precisou entrar em quadra para obter o resultado.

A classificação foi assegurada após a vitória da Polônia sobre o Japão por 3 sets a 1, com parciais de 25-23, 25-23, 19-25 e 25-22, na manhã desta terça-feira, 18, em Boryeong, na Coreia do Sul, na abertura da quinta etapa do torneio.

Com o resultado, o Brasil não pode mais ser ultrapassado pelas japonesas, confirmando a vaga entre os seis times finalistas. Com sete vitórias e 21 pontos, o time asiático não tem condições de superar o de José Roberto Guimarães, que soma nove triunfos e 28 pontos.

Também estão garantidos antecipadamente Itália e Turquia, com dez vitórias cada, e a China, país-sede.

Os Estados Unidos, com nove triunfos e 27 pontos, só ficarão fora caso percam os três jogos que ainda têm pela frente, por 3 a 0 ou 3 a 1, além de contar ainda com vitórias japonesas sem perder sets.

Para o Japão, a derrota no confronto direto para a Polônia foi praticamente fatal. As europeias se consolidaram na sexta posição, com oito vitórias e 24 pontos, e estão garantindo a última vaga. Para avançar, sem matemática, as polonesas precisam bater República Dominicana e Coreia do Sul nas próximas rodadas. Para as japonesas restará vencer os mesmos rivais e torcer por tropeços da Polônia.

O Brasil entra em quadra novamente pela Liga das Nações de vôlei feminino nesta terça-feira (18) para enfrentar a Itália, atual líder da competição. O jogo será em Ancara, na Turquia, e está marcado para começar às 10h de Brasília.

Ao final da fase classificatória, os cinco melhores times se juntam à China na fase final, em Nanjing, de 3 a 7 de julho.

Leia também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar usando este site, você concorda com a utilização de cookies. AceitarLeia mais