Liga das Nações: Brasil vence a Argentina na despedida de Tóquio

Data:

A seleção masculina de vôlei do Brasil agora segue para Portugal, onde disputará a terceira etapa da Liga das Nações

O Brasil segue invicto na Liga das Nações. A equipe do técnico Renan enfrentou uma partida bastante equilibrada neste domingo (09), mas levou a melhor sobre a Argentina, no Musashino Plaza, em Tóquio, no Japão. No último jogo da segunda etapa da competição, a seleção brasileira venceu por 3 sets a 2, com parciais de 25/20, 21/25, 26/28, 25/23 e 15/12.

Na primeira semana da Liga das Nações, em Katowice, na Polônia, o Brasil venceu Estados Unidos, Austrália e Polônia e, nesta segunda, já havia vencido Irã e Japão. Com isso, o time verde e amarelo segue invicto e na liderança do campeonato.

- Advertisement -

Agora, a seleção brasileira segue para Gondomar, em Portugal, onde irá enfrentar mais três desafios. Os adversários nesta terceira etapa serão Sérvia, China e Portugal, nos dias 14, 15 e 16 de junho.

Neste domingo, o técnico brasileiro fez questão de elogiar o nível técnico da partida e o desempenho do adversário. Sob o comando de Marcelo Mendez, técnico do Sada Cruzeiro (MG), a Argentina impôs dificuldades ao grupo do Brasil

“Foi uma partida muito equilibrada e qualquer uma das duas equipes poderia sair com a vitória. Sabíamos que iriamos encontrar muitas dificuldades”, destacou Renan.

O treinador da seleção brasileira ainda agradeceu aos jogadores do seu elenco. “Gostaria de registrar os parabéns a cada atleta do nosso time. Todos souberam se superar diante das dificuldades que enfrentamos ao longo do jogo e em momento algum deixaram essa dificuldade atrapalhar”, afirmou Renan.

O ponteiro Leal foi o maior pontuador do Brasil, com 18 pontos (17 de ataque e um de saque), enquanto o oposto Wallace marcou 15 vezes e o ponteiro Lucarelli encerrou a partida com 13 pontos. Após a partida, Lucarelli comentou sobre a importância de mais um resultado positivo.

“Hoje o terceiro set estávamos dominando em certos momentos e acabamos vacilando. Acabamos complicando em coisas simples e perdemos o set. Mas, a maturidade para voltar no quarto, reverter o placar e ganhar o tie break é importante”, concluiu Lucarelli.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes