COB aumenta suspensão de Wallace e atleta deve ficar 5 anos fora das quadras

Data:

Rio de Janeiro, Brasil –  O Conselho de Ética do COB (CECOB) emitiu nesta terça-feira (02) uma decisão sobre o caso do jogador Wallace, oposto do Sada Cruzeiro, suspenso após incitar violência contra o presidente Lula.

Em decisão publicada há pouco, o CECOB suspendeu a CBV por seis meses como confederação filiada ao COB, recomendando que o Banco do Brasil e o Ministério do Esporte cortem repasses pelo mesmo período.

- Advertisement -

O próprio Wallace também teve ampliada a sua pena, que inicialmente era de 90 dias para clubes e de um ano para a seleção. Agora ele está suspenso por cinco anos tanto da seleção quanto de clubes, o que em tese encerraria sua carreira.

“Impossível crer que qualquer pessoa dotada de racionalidade mediana pense ser ético para um esportista olímpico sugerir tiros de arma de grosso calibre em qualquer pessoa, menos ainda na autoridade máxima do país. Impossível achar que não merece punição quem se utiliza da fama de esportista consagrado para incitar a violência contra quem quer que seja”, diz a nota.

Wallace, a CBV e o Sada Cruzeiro, desrespeitaram punição inicialmente imposta pelo COB, que terminaria amanhã, quando entrou em quadra na final da Superliga 2022/2023 contra o Fiat Minas no último domingo.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes