Após derrota na estreia, Brasil vence Bielorrússia no Mundial sub-19 de vôlei

Brasil levou a melhor sobre a Bielorrússia, pela segunda rodada do grupo B, por 3 sets a 0 (25/20, 25/16 e 25/21), em 1h18

Teerã, irã – A seleção brasileira sub-19 masculina de vôlei se recuperou do revés de estreia no Campeonato Mundial da categoria, e conseguiu a primeira vitória na competição. No início desta quarta-feira (25), o Brasil levou a melhor sobre a Bielorrússia, pela segunda rodada do grupo B, por 3 sets a 0 (25/20, 25/16 e 25/21), em 1h18.

A eficiência do bloqueio (oito pontos) e do saque (oito pontos) foi o trunfo para o bom resultado. Em relação às atuações individuas, os destaques brasileiros ficaram por conta do ponteiro e capitão do time, Arthur Bento, com 15 acertos, e o ponteiro Carlos Henrique, com 13. O maior pontuador do duelo, no entanto, foi o ponteiro bielorrusso Arseniy Palonski, que marcou 20 vezes.

Na avaliação do treinador da equipe brasileira, Fabiano Ribeiro, a partida de hoje, apesar do resultado em sets diretos, foi difícil. Para o técnico, o time entrou em quadra mostrando agressividade no ataque e paciência para assimilar erros e adversidades do confronto.

“Enfrentamos mais um adversário qualificado, outro jogo difícil. Mas mostramos uma postura melhor hoje, com mais agressividade para virar a bola e tranquilidade para as ações durante toda a partida. O nosso conjunto hoje também foi muito importante com entradas decisivas do Ramon (levantador) e do Samuel (oposto). A equipe mostrou muita maturidade nos momentos difíceis”, analisou.

O próximo compromisso da equipe brasileira será na quinta-feira (26) contra a Colômbia, às 8h30 (horário de Brasília). A partida contará com transmissão ao vivo e on-line pelo canal Volleyball World no YouTube.

O Brasil viajou para a competição no Irã com os levantadores Pedro Henrique Sousa e Ramon Halfeld; os centrais Guilherme Henrique Silva, Thiery do Nascimento e Witallo Oliveira; os ponteiros/opostos Samuel Neufeld, Carlos Henrique de Castro, Pedro Marcon, Lukas Bergmann, Maicon França e Arthur Bento; e o líbero Bernardo Adam. Na história da competição a equipe brasileira tem sete medalhas, seis delas de ouro.

Recentes