Brasil sofre virada e perde para a China na Copa do Mundo feminina de vôlei

A seleção brasileira feminina de vôlei sofreu sua terceira derrota na Copa do Mundo, que acontece no Japão. Na madrugada deste domingo, em Sapporo, o time do técnico Zé Roberto sofreu uma virada da China e perdeu por 3 a 2, parciais de 25-23, 23-25, 22-25, 25-19 e 15-9.

Apesar do resultado adverso, esta foi a melhor atuação do time verde-amarelo na competição, que, pela primeira vez, conseguiu imprimir um bom ritmo de jogo, com viradas de bola e variação no ataque. O saque, no entanto, ainda não entrou. E foi justamente o saque que decidiu a partida deste domingo. As chinesas marcaram 17 pontos no fundamento, contra apenas 7 das brasileiras.

A ponteira Gabi brilhou no confronto contra China e foi a maior pontuadora entre as brasileiras, com 20 pontos. A central Mara, com 17, e a oposta Lorenne, com 16, também tiveram boas atuações. Pelo lado da China, destaque para central Yuan e a ponteira Zhu, com 26 pontos cada.

Ao final do confronto, Gabi fez uma análise da partida e destacou a atitude das brasileiras contra China.

“Apesar da derrota estou muito orgulhosa do nosso time. É difícil jogar contra a China. Hoje é um dos melhores times do mundo e tem a Zhu fazendo a diferença em momentos importantes. Nossa equipe teve uma atitude completamente diferente na partida e cresceu bastante. Agora teremos uma sequência de cinco jogos e vamos em busca dessas vitórias”, explicou.

A China ainda é a líder da Copa do Mundo, com 17 pontos. Os Estados Unidos aparecem logo atrás, com 15 pontos. Depois, Rússia, com 15 pontos, completa o top 3.

O Brasil aparece na sexta posição, com 9 pontos (três vitórias e três derrotas). Além da derrota para o time chinês, o time nacional perdeu para os EUA e Holanda, por 3 a 0. As vitórias foram conquistadas sobre a Sérvia (3 a 2), Argentina (3 a 0) e Quênia (3 a 0).

Confira a classificação geral do torneio no site oficial da FIVB (Federação Internacional de Voleibol).

Recentes