Ultimate magazine theme for WordPress.

Thiago Wild vence em Montauban e fatura terceiro título como profissional

Cabeça de chave número 1, Thiago Wild perdeu apenas um set na campanha pelo título do future de US$ 25 mil

O jovem paranaense Thiago Wild comemorou neste domingo seu terceiro título como profissional. Cabeça de chave 1, ele levantou a taça do future de US$ 25 mil no saibro francês de Montauban ao bater na final o francês Hugo Gaston, sexto pré-classificado, com parciais de 6/4 e 6/2, após 1h13 de confronto.

Este é o primeiro future que Wild disputa em 2019. Na atual temporada, ele conseguiu uma vitória de nível ATP no Brasil Open, em São Paulo, e venceu outros sete jogos de challengers. Por enquanto, o torneio desta semana dá três pontos na ATP ao campeão, mas isso muda em agosto, quando o título passará a valer 20 pontos.

Wild colocou 69% das primeiras bolas em quadra e venceu 74% dos pontos disputados com elas, um desempenho bem superior ao do rival francês, que acertou somente 45% dos primeiros serviços e venceu com eles 64% dos pontos.

O fraco desempenho de Gaston no saque se transformou em seis break-points durante a partida, sendo que quatro deles foram aproveitados pelo brasileiro. Em contrapartida, Wild cedeu três chances de quebra ao atleta da casa, se salvou duas vezes e só amargou um break na decisão.

Por pouco paranaense de 19 anos não saiu de Montauban com duas taças, já que foi finalista também nas duplas. Contudo, na decisão do último sábado, Wild e o francês Dan Added foram derrotados pelo colombiano Alejandro Gomez e pelo norte-americano Israel Ore com o placar final de duplo 6/2.

Leia também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar usando este site, você concorda com a utilização de cookies. AceitarLeia mais