Tenista top 10 do mundo é acusada de ‘apoiar o terrorismo’ após opinião sobre Israel-Hamas

Data:

A Federação Israelense de Tênis (ITA, da sigla em inglês) apresentou uma queixa formal contra a tenista Ons Jabeur, por meio da WTA Tour, depois que a tunisiana se manifestou em suas redes sociais sobre o conflito envolvendo Israel e o Hamas.

Na carta, endereçada a Unidade para a Integridade do Tênis (Itia), o presidente do órgão israelense, Avi Peretz, disse que “esta tenista incita e apoia uma organização terrorista assassina”.

- Advertisement -

“Felizmente, tenistas como ela são minoria. Estamos agurdando para saber quais medidas serão tomadas contra ela”, lê-se em um comunicado no Facebook da Federação.

O texto de Ons Jabeur nas redes sociais que causou polêmica

A tunisiana se manifestou em post no seu Instagram e disse que “tudo o que importa é a paz”. Leia abaixo:

“O que os palestinianos têm passado durante os últimos 75 anos é indescritível. O que os civis inocentes estão a passar é indescritível; não importa qual seja a sua religião, ou qual seja a sua origem. A violência nunca trará a paz; não suporto a violência, mas também não suporta que pessoas tenham suas terras tomadas.

Portanto, compreender o contexto é importante, olhar para o que está a acontecer hoje e decidir ignorar a história recente é irresponsável e não trará a paz. E a paz é tudo o que nos importa. Paz é o que todos precisam e merecem.”

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes