Medvedev fala sobre forte Aberto da China: “Mais forte que um Grand Slam”

Data:

Número 3 do mundo, o russo Daniil Medvedev comentou sobre o forte Aberto da China, que nesta edição conta com oito tenistas entre os dez melhores do mundo, e o comparou com outros grandes torneios do circuito.

“É como se fosse o sorteio de um Masters 1000 ou de um Grand Slam. De certa forma, é ainda mais forte que um Grand Slam, porque não há uma primeira rodada tão dura. Vai ser muito interessante, acho muito raro ver um ATP 500 tão forte”, analisou o vice-campeão do US Open.

- Advertisement -

Medvedev pode reencontrar seu rival da semifinal do Aberto dos EUA, Carlos Alcaraz, numa possível em Pequim. Para isso, o russo deve vencer os grandes desafios de sua chave, que tem logo na estreia o americano Tommy Paul. Nas rodadas seguintes, ele pode pegar Andy Murray, Lorenzo Sonego, Andrey Rublev (5), Stefanos Tsitsipas (4), Alexander Zverev (8).

Alcaraz, por sua vez, pega o qualifier alemão Yannick Hanfmann na estreia. Depois, pode cruzar com Karen Khachanov ou Lorenzo Musetti, Casper Ruud (7), Holer Rune e Jannik Sinner (6).

A chave principal do ATP da China começa na madrugada desta quinta-feira (28), com transmissão da ESPN e Star+.

Aberto de Pequim: guia completo da chave de simples da ATP

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes