Em jogo de altos e baixos, Bia Haddad Maia avança em San Diego após 3h

Data:

Em um jogo de reviravoltas, para ambos os lados, a brasileira Bia Haddad Maia conseguiu confirmar sua posição de favorita e se impôs diante da ucraniana Marta Kostyuk, por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/7 (3-7) e 6/2, na segunda rodada do Aberto de San Diego.

Agora, a brasileira, que já subiu duas posições com a campanha dessa semana, vai encarar a tcheca Barbora Krejcikova, número 13 do ranking, que venceu a ucraniana Anhelina Kalinina por 6/3 e 6/2.

- Advertisement -

“Foi um jogo que exigiu muito do meu emocional. Tive altos e baixos e não saquei tão bem, mas como eu já disse, mesmo quando você não se sente confortável e sente a pressão, você precisa encontrar um jeito de ganhar”, avaliou a número 1 do Brasil após a partida.

“Acho que eu tenho o recorde de jogos em três sets, minha família e meu time vão ter um ataque cardíaco! (risos) Sinto que às vezes eu preciso melhorar minha concentração. Não é fácil jogar bem o tempo todo. Mas sou uma pessoa forte e que trabalha muito”, completou.

Bia disparou winners contra a ucraniana. Foto: WTA

Apesar da vitória, a partida começou favorável para a ucraniana, que abriu 5/3 no primeiro set e, inclusive, chegou a ter três set points sacando, mas não conseguiu confirmar o serviço e acabou sofrendo uma virada para Bia, que fechou em 7/5.

Na segunda parcial, foi a vez da sorte mudar para o lado da ucraniana. Quando sacava para fechar o jogo, Bia acabou sofrendo uma quebra depois de cometer um erro no forehand. Apesar da oportunidade perdida, ela retomou a liderança no game seguinte e teve mais uma chance. Mas outra vez Kostyuk buscou o empate e, confiante, acabou fechando a parcial em um tie break que dominou.

Abalada ainda com a perda do set anterior, Bia precisou salvar, logo de cara, três break-points no terceiro set. Na sequência, quebrou o serviçl de Kostyuk e confirmou um rápido serviço para abrir 3/0. Com a vantagem consolidada, a brasileira apenas administrou o placar para confirmar a vitória por 6/2.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes