Medvedev celebra vitória e diz que ama jogar em quadras duras

Data:

Miami (EUA) – Campeão do Masters 1000 de Miami neste domingo, Daniil Medvedev encerrou o primeiro trimestre da temporada com quatro títulos e mais um vice-campeonato em Indian Wells. Ele tem 29 vitórias e apenas três derrotas em 2023. Bem humorado antes de o circuito se mudar para o saibro europeu, o ex-número 1 do mundo aproveitou muito bem o período jogado em quadras duras e diz que se pudesse, jogaria nesse piso o ano inteiro.

“Eu amo jogar em quadras duras. Se pudesse escolher, o circuito seria apenas em quadra dura, mas entendo perfeitamente que isso não é justo, se podemos dizer assim”, brincou Medvedev, após vencer Jannik Sinner na final de Miami por 7/5 e 6/3. Foi sua sexta vitória seguida contra o italiano no circuito profissional.

- Advertisement -

“E mesmo sabendo que posso jogar bem o suficiente na grama e no saibro, é nas quadras duras que me sinto mais fluido. Sei que aqui eu posso vencer mesmo se não jogar o meu melhor tênis. Isso é uma grande diferença”, acrescentou o russo, que venceu seu 19º título da carreira e o quinto Masters 1000.

No ano que o torneio de Miami apresentou pisos mais rápidos e que favorecem os melhores sacadores e tenistas de estilo mais agressivo, Medvedev elogiou a organização do torneio durante a cerimônia de premiação. A brincadeira também contrasta com as reclamações que ele fazia a respeito do piso de Indian Wells, há duas semanas, considerado muito lento.

“Como todos puderam ver, eu consigo me controlar e ficar mais calmo na quadra, quando eu sinto que é uma quadra dura de verdade. Agradeço muito quem fez as quadras desse ano, não sei de quem foi a decisão, mas muito obrigado. Fiquei muito feliz por jogar aqui”.

Também campeão em Roterdã, Doha e Dubai nesses primeiros meses de 2023, Medvedev voltou a afirmar que este é seu melhor início de ano na carreira. “É o melhor início de temporada que já tive. Foram muitos pontos conquistados. Acho que 2019 foi ótimo também, com seis finais seguidas, mas tudo era muito novo para mim naquela época. Estou ainda mais ansioso para o restante da temporada”.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes