Carlos Alcaraz teme retorno às quadras após lesão

Data:

Buenos Aires (Argentina) – Quatro meses fora das competições serão a principal barreira para o espanhol Carlos Alcaraz. O agora número 2 do mundo irá enfim iniciar a temporada 2023 no saibro de Buenos Aires, mas sabe que está atrasado em relação aos concorrentes e que precisa recuperar o tempo perdido.

“Será meu primeiro torneio desde a contusão em Paris, e já se vão quatro meses. Mas eu sempre entro num torneio pensando em vencer, desejando vencer, mesmo que saiba que não vá ser fácil”, afirmou ele, que sentiu uma distensão muscular na perna em Bercy.

- Advertisement -

Ele diz que seus adversários estão pelo menos seis semanas de competição à sua frente no momento. “Foi exatamente por isso que cheguei alguns dias mais cedo a Buenos Aires. Tenho treinado com ótimos jogadores e sinto que estou progredindo pouco a pouco”. A estreia na segunda rodada será contra o vencedor de Fabio Fognini e Laslo Djere.

Alcaraz decidiu trazer boa parte da família para a América do Sul e assim estará agora e no Rio ao lado do pai, do irmão e de um tio, além do fisioterapeuta Juanjo Moreno.

Questionado sobre sua excepcional temporada em 2022, o espanhol de 19 anos admitiu que tudo aconteceu rápido demais e necessitou de ajustes. “Foi realmente um ano muito bom. Alcancei meus sonhos e minhas metas de forma muito rápida”, afirmou, referindo-se ao título de Grand Slam no US Open e à liderança do ranking. “Tudo num ano só, então tive de tratar com isso da forma mais natural possível. Precisei estabelecer novas metas a longo prazo para manter o prazer de jogos e continuar evoluindo. Sou muito jovem, há muita coisa para melhorar”.

Alcaraz disse ainda que se espelha em Rafael Nadal e Novak Djokovic para pensar em muitos títulos de Grand Slam. “Os anos passam e eles seguem ganhando esses torneios, atingiram seu melhor nível enquanto o tempo foi passando”.

Quando lhe pediram para dizer quem seria o Leo Messi do tênis, ele não pensou muito: “Roger Federer, pelo talento que tem e a facilidade em jogar”.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes