Fã ou hater? Ruud diz que Djokovic parece um robô

Data:

Melbourne, Austrália – Destaque da última temporada, o norueguês Casper Ruud falou sobre o favoritismo de Novak Djokovic no Australian Open.

“Vamos ver como ele lida com a pressão, porque é diferente poder chegar a 10 títulos. Além disso, ele pode empatar o recorde de Grand Slam de Rafa (Nadal), então há muito em jogo. Ele não é um cara conhecido por deixar essas coisas entrarem em sua cabeça, mas acho que é uma situação diferente. Estabelecer ou empatar um recorde é outra coisa”, comentou o norueguês para o Eurosport.

- Advertisement -

“Ele se mostrou um pouco ‘não humano’ aqui na Austrália. Mas no final do ano passado, ele perdeu algumas partidas. Na Laver Cup ele perdeu para Felix (Auger-Aliassime) e em Bercy perdeu para Holger (Rune). Também é humano. Nem todos somos robôs, mas às vezes ele é o mais próximo que você pode chegar de um robô, eu acho”, brincou Ruud.

O tenista de 24 anos também acredita que, apesar da dificuldade, os mais jovens possam conseguir surpreender Djokovic.

“Então, vamos ver se a geração mais nova pode tentar pressioná-lo um pouco este ano, porque isso seria motivador para eles. Se você pode lidar com Novak e jogar bem com ele no Aberto da Austrália, isso significa que você está fazendo algo certo”, finalizou.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes