Novak Djokovic se emociona em retorno à Austrália

Data:

Depois de vencer sua partida de estreia em Adelaide, Novak Djokovic falou sobre a emoção de voltar a jogar na Austrália. Impedido de atuar no país no ano passado, o sérvio agradeceu ao público pelo apoio recebido nesta terça-feira, diante do francês Constant Lestienne e também saiu de quadra satisfeito com seu nível de tênis.

“Ver o estádio lotado para minha primeira partida foi uma surpresa muito agradável. Tive muito apoio e muito amor. Isso obviamente me motivou e permitiu que eu me expressasse da melhor maneira possível em quadra com meu jogo”, disse Djokovic após vencer por 6/3 e 6/2 em 1h14 de partida.

“Para a primeira partida, não posso reclamar. Joguei muito bem. Achei os seis primeiros games muito competitivos e nunca o enfrentei antes. Ele é um jogador de contra-ataque, que não comete muitos erros”, acrescentou o ex-líder do ranking. “Consegui sólido nos momentos importantes e aquela quebra em 3/2 no primeiro set, e depois subi o nível e joguei um tênis muito bom pelo resto da partida”.

- Advertisement -

Maior vencedor do Australian Open com nove títulos, Djokovic não jogou o Grand Slam australiano do ano passado por conta da exigência do país de apresentar comprovante de vacinação contra a Covid-19. Com a mudança nos protocolos de biossegurança e imigração, anunciados em novembro, ele foi autorizado a voltar a jogar na Austrália.

“Posso dizer que foi diferente vir para a Austrália desta vez do que em qualquer outro ano, certamente por causa dos eventos de 12 meses atrás. Ao mesmo tempo, um ano é muito tempo e já está no passado. Eu segui em frente e estava ansioso para vir porque sempre joguei meu melhor tênis da minha carreira em solo australiano. Cheguei cedo, quase uma semana antes da minha primeira partida, e desde o primeiro dia as pessoas foram muito gentis e generosas comigo e com minha equipe. Foi uma ótima experiência até agora”.

Djokovic voltará a jogar na próxima quinta-feira. O número 5 do ranking enfrentará mais um francês, o 64º do ranking Quentin Halys. Djokovic venceu o único duelo anterior entre eles, realizado ainda em 2016.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes