Iga Swiatek aplica ‘pneu’ em italiana e mostra por qual motivo é a líder do ranking

Data:

Nova York (EUA) – Depois de não conseguir bons resultados na preparação para o US Open, a polonesa Iga Swiatek tratou de mostrar por que é a atual número 1 do mundo e estreou com autoridade no último Grand Slam da temporada. Nesta terça-feira, ela teve pela frente a italiana Jasmine Paolini e não deu chances à rival, precisando apenas de 67 minutos para triunfar com parciais de 6/3 e 6/0.

Bastante consistente com os serviços, Iga teve aproveitamento parecido com a primeira bola (67%) e com a segunda (60%). Ela também foi bem com as devoluções, vencendo 63% dos pontos disputados. A polonesa sobrou em quadra, anotou quase o triplo de bolas vencedoras (14 a 5) e anotou os mesmos 18 erros não forçados de Paolini.

- Advertisement -

Na segunda rodada, a líder do ranking pode ter um páreo bem mais duro pela frente contra a tenista da casa Sloane Stephens, campeã do US Open em 2017. Contudo, para que este duelo aconteça, a norte-americana tem primeiro que superar a estreia contra a belga Greet Minnen.

Outras favoritas seguiram os passos de Swiatek e também passaram pela primeira rodada sem dar sustos. Uma das vitoriosas do dia foi a bielorrussa Aryna Sabalenka, que cedeu apenas quatro games à norte-americana Catherine Harrison, vencendo com o placar final de 6/1 e 6/3. Sua próxima rival será a estoniana Kaia Kanepi, que bateu a tcheca Tereza Martincova com 7/6 (7-4) e 6/3.

Também deixou apenas quatro games na estreia a tenista da casa Jessica Pegula, cabeça de chave número 8, que superou a suíça Viktorija Golubic com duplo 6/2. Na segunda rodada, ela terá pela frente quem passar do duelo entre a italiana Elisabetta Cocciaretto e a bielorussa Aliaksandra Sasnovich.

A espanhola Garbiñe Muguruza teve um pouco mais de trabalho para derrubar a jovem dinamarquesa Clara Tauson, mas fechou o jogo em sets diretos, com placar final de 6/3 e 7/6 (7-5). A nona favorita enfrentará na próxima fase outra prodígio, a tcheca Linda Fruhvirtova, de apenas 17 anos, que anotou sua primeira vitória em Grand Slam com parciais de 6/3 e 6/4 sobre a chinesa Xinyu Wang.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes