Nick Kyrgios tem problemas, mas avança às quartas em Wimbledon

Classificado para as quartas de final em Wimbledon pela segunda vez, Kyrgios se tornou o 10º australiano a alcançar a antepenúltima rodada no All England Club mais de uma vez

Londres, Inglaterra – Depois de uma vitória conturbada diante do grego Stefanos Tsitsipas, na rodada anterior, nesta segunda-feira Nick Kyrgios foi bem mais controlado contra o norte-americano Brandon Nakashima e só reclamou de um desconforto no ombro direito. Apesar da dor e de sair atrás, perdendo o primeiro set, o australiano buscou a virada e com 34 aces fechou o jogo com parciais de 4/6, 6/4, 7/6 (7-2), 3/6 e 6/2.

Classificado para as quartas de final em Wimbledon pela segunda vez, igualando sua melhor campanha em Grand Slam, Kyrgios se tornou o 10º australiano a alcançar a antepenúltima rodada no All England Club mais de uma vez. Seu próximo rival será o chileno Cristian Garin, que anotou uma incrível virada sobre o australiano Alex de Minaur, tendo buscado uma desvantagem de 2 sets a 0.

Com um grande desempenho de saque no primeiro set, vencendo 81% dos pontos disputados, Nakashima não deu brechas ao rival australiano e não encarou um break-point sequer. Do outro lado, Kyrgios vinha confirmando os serviços até o décimo game, quando foi displicente, encarou 0-40 e até salvou a primeira chance de quebra, mas não resistiu à segunda e acabou perdendo a parcial.

Reclamando de um desconforto no ombro direito desde o final do set anterior, Nick seguiu levando a mão no local durante o segundo e inclusive chegou a pedir atendimento médico, recebendo comprimidos para a dor. Apesar disso, ele elevou seu nível com o saque, saindo de 65% para 75% de aproveitamento.

Logo depois de salvar um break-point logo no segundo game, o australiano conseguiu sua primeira quebra na partida e em seguida abriu 3/1. Ele então administrou muito bem a vantagem, perdeu apenas mais quatro pontos com o saque até o final da parcial e deixou tudo igual em 1 a 1.

O ombro continuou incomodando no terceiro set e mais uma vez Kyrgios pediu atendimento, desta vez recebendo uma massagem no local. Ainda assim ele seguiu disparando aces e colocou mais nove na conta. Sem chances de quebra para qualquer um dos lados a definição foi para o tiebreak, em que o australiano foi superior, venceu todos os pontos de saque e três na devolução para virar o placar.

Kyrgios deu uma largada na reta final do quarto set e depois do 3/3 jogou de forma desinteressada, levou duas quebras seguidas e viu Nakashima empatar. Com um retrospecto impecável em partidas de cinco sets em Wimbledon, o australiano elevou o nível, conseguiu duas quebra seguidas para fazer 5/1 e depois apenas administrou a vantagem para selar a dura virada.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM