‘Roger Federer não é o maior de todos os tempos’, afirma José Luis Clerc

Semifinalista em Roland Garros 1982, José Luis Clerc explicou o motivo de não considerar Roger Federer o maior tenista da história

Buenos Aires, Argentina – Em entrevista ao periódico Olé, o ex-tenista José Luis Clerc falou porque Roger Federer não pode ser considerado o maior de todos os tempos.

Para o argentino, semifinalista em Roland Garros em 1982, o título de GOAT deve ser atribuído àquele com o maior número de Majors. Clerc não acredita que o suíço será capaz de vencer outro Grand Slam e acrescenta:

“Se Rafael Nadal vencer Roland Garros, ele será o maior de todos os tempos sem mais discussões”, analisou.

“Quanto a Roger Federer, não acho que ele possa ganhar outro Grand Slam. Nós, fãs de tênis, gostaríamos que os suíços jogassem para sempre, mas isso não é possível”.

“Muita gente continua dizendo que Roger é o GOAT, mas para mim o maior de todos os tempos será aquele com mais Majors no quadro”.

“Federer esteve ausente por muito tempo e a idade certamente não está do seu lado. Novak Djokovic e Rafael Nadal têm uma chance muito maior de ganhar mais Grand Slams, mesmo que tenhamos que ficar de olho na ascensão de Carlos Alcaraz”, concluiu.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM