Bia Haddad Maia é diagnosticada com Covid-19 e não joga em Dubai

Data:

Dubai, Emirados Árabes – Inicialmente inscrita para disputar o qualificatório para o WTA 500 de Dubai neste final de semana, Beatriz Haddad Maia teve que desistir da competição. A número 1 do Brasil e 73ª do mundo foi diagnosticada com Covid-19 e tenta se recuperar a tempo para jogar o WTA 1000 de Doha na próxima semana.

“Infelizmente testei positivo para Covid-19 e estou fora do torneio de Dubai. Felizmente estou assintomática, me sinto muito bem e estou tomando todos os cuidados necessários. Espero voltar a competir em Doha”, declarou Bia Haddad Maia, por meio de suas redes sociais.

- Advertisement -

Bia disputou três torneios neste início de temporada, todos na Austrália. Em simples, caiu na estreia do WTA 250 de Melbourne, furou o quali de Sydney e avançou uma rodada no Australian Open.

A paulista de 25 anos teve melhores resultados nas duplas, ao lado da cazaque Anna Danilina. Ela foi campeã em Sydney, conquistando o maior título da carreira e foi finalista do Australian Open, tornando-se apenas a terceira mulher brasileira a disputar uma final de Grand Slam.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes