Andy Murray volta ao top 100 após quase quatro anos

Apesar de não ter atuado na última semana, Murray ganhou sete posições, beneficiado por quedas de concorrentes diretos de sua faixa de ranking e assumiu o 95º lugar.

Londres, Inglaterra – A atualização do ranking da ATP desta segunda-feira trouxe uma ótima notícia para Andy Murray e seus fãs. O britânico está de volta ao grupo dos cem melhores do mundo após quase quatro anos de ausência do top 100. Apesar de não ter atuado na última semana, Murray ganhou sete posições, beneficiado por quedas de concorrentes diretos de sua faixa de ranking e assumiu o 95º lugar.

A última semana em que Murray apareceu no top 100 foi a de 28 de maio de 2018. Na ocasião, ele ocupava a 47ª posição. Na ocasião, ele estava afastado do circuito por conta de suas graves lesões no quadril e não conseguiu defender os 720 pontos da semifinal de Roland Garros do ano anterior, e com isso foi parar no 157º lugar a partir de 11 de junho de 2018.

Durante seu afastamento do circuito, chegando a fazer duas cirurgias no quadril, Murray chegou a aparecer no 839º lugar do ranking. Mas desde o fim de 2019, após a conquista de um título de ATP na Bélgica, conseguiu se firmar no top 200. Ele chegou a ficar muito perto de voltar ao top 100 em julho do ano passado, quando esteve na 102ª posição.

Murray está com 34 anos e acumula 41 semanas como número 1 do mundo. O vencedor de três títulos de Grand Slam já disputou uma final de ATP no início da temporada, em Sydney. O britânico joga o ATP 500 de Roterdã nesta semana e estreia contra o cazaque Alexander Bublik, vindo de título em Montpellier.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM