Peng Shuai nega ter feito acusação de assédio sexual: ‘Fui mal interpretada’

Sem dar mais detalhes, a tenista de 35 anos também falou que houve um grande mal-entendido das pessoas sobre sua mensagem.

Pequim, China – O caso da chinesa Peng Shuai ganhou mais uma reviravolta neste domingo. Segundo informa a agência Reuters, a ex-número 1 do mundo nas duplas disse que nunca acusou ninguém de agredi-la sexualmente e que uma postagem nas redes sociais que ela publicou no mês passado foi mal interpretada.

“Primeiro, preciso enfatizar um ponto que é extremamente importante, nunca disse ou escrevi que alguém me agrediu sexualmente, devo enfatizar claramente esse ponto”, disse Peng no vídeo postado pelo Lianhe Zaobao, maior jornal de língua chinesa de Cingapura.

Ela disse que sua postagem no Weibo, um site de mídia social semelhante ao Twitter, que foi rapidamente removido, era um “assunto privado”. Sem dar mais detalhes, a tenista de 35 anos também falou que houve um grande mal-entendido das pessoas sobre sua mensagem.

A segurança de Peng tornou-se um motivo de preocupação entre a comunidade global do tênis e grupos de direitos humanos quando ela publicou uma mensagem nas redes sociais acusando o ex-vice-premiê chinês Zhang Gaoli de assédio sexual. Depois dessa postagem, a tenista ficou sumida por quase três semanas.

O ocorrido com a chinesa causou comoção nos colegas de circuito e uma cobrança de entidades. No tênis foi a WTA que teve a resposta mais firme ao decidir suspender todos os torneios na China. Em um primeiro momento a ITF manteve suas competições no país, mas depois comunicou que não seriam disputados eventos por lá em 2022. A ATP por enquanto não tomou decisão alguma e só cobrou investigação.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

Artigos relacionados