Djokovic passa fácil por Griekspoor e confirma encontro com Nishikori no US Open

O sérvio marcou sua 40ª vitória na temporada e a 23ª consecutiva em torneios do Grand Slam

Nova York (EUA) – Com bastante tranquilidade, Novak Djokovic venceu seu segundo jogo no US Open. O número 1 do mundo superou o holandês Tallon Griekspoor, 121º do ranking, por 6/2, 6/3 e 6/2 em 1h39 de partida. O sérvio, que vinha de uma vitória em quatro sets contra o dinamarquês de 18 anos Holger Rune na estreia, marcou sua 40ª vitória na temporada e a 23ª consecutiva em torneios do Grand Slam.

Djokovic agora enfrenta o japonês Kei Nishikori, ex-número 4 do mundo e atual 56º do ranking aos 31 anos. Nishikori venceu uma batalha de cinco sets contra o norte-americano Mackenzie McDonald por 7/6 (7-3), 6/3, 6/7 (5-7), 2/6 e 6/3. Esta foi a 27ª vitória do japonês em 34 partidas definidas no quinto set em sua carreira. O sérvio lidera o histórico de confrontos contra Nishikori por incríveis 17 a 2.

O primeiro set foi impecável para Djokovic, que conseguiu duas quebras, não enfrentou break-points e cedeu apenas quatro pontos em seus games de serviço, e só um quando colocou o primeiro saque na quadra. O sérvio liderou a estatística de winners na parcial por 13 a 6 e cometeu apenas sete erros não-forçados.

O domínio de Djokovic continuou no segundo set, com o sérvio abrindo 3/0 no placar e chegando a liderar por 4/1. Griekspoor, de 25 anos e que tem como melhor ranking o 105º lugar, até devolveu a quebra e reduziu a diferença para 4/3, mas voltaria a perder o saque logo na sequência, permitindo ao líder do ranking definir a parcial em seu serviço. As estatísticas foram mais equilibradas, 9 a 6 em winners para o sérvio, que cometeu 9 erros contra 12 do rival. Durante a parcial, o sérvio reclamou com o árbitro sobre um torcedor que ficava gritando durante seus movimentos para execução do saque ou do smash.

Em vantagem no placar no terceiro set, Djokovic ampliou a liderança e conseguiu uma quebra para fazer 3/2. Na sequência, reverteu um 0-40 em seu saque, nas únicas oportunidades que o adversário teve para reagir. O sérvio ganhou ainda mais confiança e voltou a quebrar o serviço de Griekspoor antes de fechar o jogo. O sérvio disparou 13 aces na partida, liderou a estatística de winners por 33 a 20 e cometeu 20 erros não-forçados contra 28 do holandês. Além disso, criou dez oportunidades de quebra e aproveitou seis chances, perdendo apenas um game de saque em toda a partida.

Últimas notícias

Related Articles