Lesionada, Serena Williams anuncia que não vai disputar o US Open

Tenista norte-americana, e recordista de Majors, ainda não se recuperou de lesão sofrida durante Wimbledon, em junho

Nova Iorque, EUA – Ausente no circuito desde Wimbledon por causa de uma lesão em um tendão da coxa direita, a norte-americana Serena Williams anunciou nesta quarta-feira que perderá o US Open de 2021 enquanto continua se recuperando do que revelou ser um estiramento.

“Depois de uma análise cuidadosa e seguindo o conselho de minha equipe médica, decidi me retirar do US Open para permitir que meu corpo se curasse completamente de uma ruptura no tendão da coxa”, anunciou a seis vezes campeã de simples do US Open no Instagram

“Nova York é uma das cidades mais empolgantes do mundo e um dos meus lugares favoritos para jogar. Vou sentir falta de ver os fãs, mas vou torcer por todos de longe”, complementou Serena, que atualmente ocupa a 22ª colocação no ranking e que não perdia um Grand Slam desde seu retorno da gravidez em 2018.

A norte-americana conquistou seu 23º título de Slam de simples no Australian Open de 2017, enquanto estava grávida da filha Olympia. Desde seu retorno ao circuito, em 2018, na busca para igualar o recorde de Margaret Court de 24 títulos, ela alcançou quatro finais, incluindo duas no US Open, em 2018 e 2019.

Serena, que fará 40 anos em 26 de setembro, concluiu sua atualização de maneira positiva, sugerindo o retorno às quadras a seus fãs. “Obrigada por seu apoio e amor contínuos. Vejo vocês em breve”, finalizou a norte-americana ex-número 1 do mundo.

Recentes