João Menezes saca para o jogo, mas sofre quebra e perde de virada para Marin Cilic

Tóquio, Japão – Num jogo de incríveis reviravoltas, o mineiro João Menezes esteve a um ponto de eliminar o croata Marin Cilic na abertura do torneio olímpico de Tóquio. O brasileiro sacou para a vitória no segundo set, depois perdia de 0/5 e conseguiu reagir em cima do campeão do US Open de 2014. Teve chance de ganhar antes do tiebreak do terceiro set e evitou dez match-points, mas acabou superado com parciais de 6/7 (5-7), 7/5 e 7/6 (9-7).

O jogo foi totalmente equilibrado no primeiro set, sem que Menezes pudesse fazer muita coisa diante do serviço do adversário. Evitou três break-points no 11º game e conseguiu grande reação no tiebreak, em que começou perdendo por 3-0, buscou o empate e venceu seis pontos seguidos, fechando em seguida.

Cilic começou a ficar mais irregular no saque e os erros vieram em maior número. Evitou um break-point no quinto game mas duplas faltas e pouca paciência lhe custaram o saque no sétimo game. Menezes então sacou para a vitória, mas sequer chegou no match-point, permitindo empate após longa disputa e três break-points. O croata então usou a experiência, forçou devoluções e levou ao terceiro set.

O mineiro entrou num momento ruim e foi cedendo terreno. Cilic obteve duas quebras, a segunda sem grande esforço, e teve o saque para a vitória. Perdeu cinco match-points como devolvedor e mais dois como sacador, com Menezes jogando de forma inteligente. Manteve a bola em jogo e evitou o forehand. Antes do herói empate, Menezes evitou o oitavo match-point e aí Cilic se perdeu de vez, cedeno a quebra. Outra vez no entanto o brasileiro não conseguiu encaixar o primeiro serviço nos momentos mais delicados. Teve uma chance de fechar a partida, mas Cilic devolveu firme.

A definição foi a novo tiebreak e a tensão e o cansaço eram evidentes, com a partida já superando três horas de batalha física e emocional. .Menezes teve 3-2 com dois serviços e levou a virada, mas recuperou-se com passada cruzada na corrida impecável. Cilic respirou aliviado com um ace e chegou ao nono match-point com backhand profundo. Na hora de fechar, cometeu a 13ª dupla falta. Menezes então manteve um saque para salvar-se outra vez e por fim o croata conseguiu segurar a cabeça, agrediu na hora certa e completou a duríssima vitória.

Recentes