Serena Williams se machuca e deixa quadra chorando em Wimbledon

  • O primeiro set estava empatado por 3/3 quando Serena teve que abandonar a partida

Londres, Inglaterra – A participação de Serena Williams em Wimbledon durou apenas 33 minutos. A heptacampeã do torneio já havia entrado em quadra com uma proteção na coxa direita e sofreu uma lesão ainda no início da partida contra a bielorrussa Aliaksandra Sasnovich, depois de escorregar e sofrer uma queda na Quadra Central. O primeiro set estava empatado por 3/3 quando Serena teve que abandonar a partida.

Ex-número 1 do mundo e atual oitava colocada aos 39 anos, Serena tem sete títulos em Wimbledon e fazia sua 20ª participação no Grand Slam londrino. Ela nunca havia perdido um jogo de primeira rodada no torneio. Além disso, a norte-americana adia ainda mais o sonho do 24º Grand Slam da carreira. Ela esteve muito perto nas duas últimas edições de Wimbledon, mas perdeu as finais de 2018 para Angelique Kerber e de 2019 para Simona Halep.

O início de partida era bom para Serena, que havia encaixado devoluções agressivas com seu backhand contra o saque de Sasnovich e foi a primeira a quebrar para fazer 3/1. Mas logo no game seguinte, a norte-americana sofreu a queda em quadra e precisou receber atendimento médico no vestiário. Na volta, já chorando, Serena teve seu serviço quebrado e mostrava dificuldade para executar o movimento de saque. Ela até jogou mais um game, já claramente sem condições de continuar na partida.

Sasnovich agora espera pela vencedora entre a norte-americana Bernarda Pera e a japonesa Nao Hibino. Já Serena, que também já indicou que não irá aos Jogos Olímpicos de Tóquio, agora tem como principal meta a recuperação para o US Open. O Grand Slam nova-iorquino está previsto para acontecer entre os dias 30 de agosto e 12 de setembro, com capacidade total de público.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima