Thiago Wild vence a primeira no quali de Wimbledon

  • O jovem paranaense de 21 anos superou o experiente alemão de 35 anos Tobias Kamke, 234º colocado, por duplo 6/4

Londres, Inglaterra – Terceiro brasileiro a entrar em quadra nesta terça-feira pelo qualificatório de Wimbledon, Thiago Wild foi o primeiro representante nacional a avançar na competição. Atual número 2 do país e 127º do ranking, o jovem paranaense de 21 anos superou o experiente alemão de 35 anos Tobias Kamke, 234º colocado, por duplo 6/4.

Wild tenta disputar uma chave principal de Grand Slam pela segunda vez na carreira, depois de ter atuado no US Open do ano passado e faz uma inédita participação em Wimbledon. Além disso, ele marcou sua primeira na grama como tenista profissional, já que havia disputado o challenger de Nottingham na semana passada e caído na estreia. Antes disso, só havia jogado no piso como juvenil.

Na segunda rodada do quali, Wild certamente enfrentará um argentino, vindo do quali, entre Leonardo Mayer e Marco Trungelliti. Já entre os possíveis adversários em uma eventual terceira rodada estão o holandês Botic Van De Zandschulp e o italiano Paolo Lorenzi.

Wild teve bons números em seus games de saque

Durante a partida desta terça-feira, Wild teve bons números no saque. Ele disparou cinco aces, colocou 66% de primeiros serviços em quadra e venceu 71% dos pontos nessas condições. Apesar de ter enfrentado quatro break-points no jogo, permitiu apenas uma quebra de serviço ao rival.

O jogo começou com alguns games longos, e Kamke conseguiu sua primeira quebra para fazer 2/1, mas permitiu o empate logo no game seguinte. O brasileiro escapou de um 15-40 no sétimo game e conseguiu uma nova quebra pouco depois, para fechar o primeiro set.

Na parcial seguinte, Wild colocou o rival sob constante pressão, ao criar seis break-points em três games distintos. Ele escapou da única chance de quebra que enfrentou, quando o placar estava empatado por 4/4, e conseguiu uma nova quebra logo na sequência para definir o placar.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima