Único brasileiro em Roland Garros, Thiago Monteiro vence na estreia

  • O canhoto de Fortaleza abriu sua campanha na competição nesta segunda-feira e derrotou o lucky-loser argentino Francisco Cerundolo

Paris,, França – Único representante brasileiro em simples em Roland Garros, o cearense Thiago Monteiro passou bem pela estreia no torneio. O canhoto de Fortaleza abriu sua campanha na competição nesta segunda-feira e derrotou o lucky-loser argentino Francisco Cerundolo em sets diretos, anotando placar final de 6/3, 6/4 e 6/3, depois de 2h07 de confronto.

Monteiro terá agora pela frente um norte-americano, que sairá do confronto de compatriotas entre Frances Tiafoe e Steve Johnson. Atual 80 do mundo, o cearense nunca enfrentou Tiafoe, que está seis colocações acima no ranking, e também travará duelo inédito caso o adversário na próxima rodada seja Johnson, que ocupa o 88º posto na ATP.

A partida não foi brilhante para o cearense, mas contra um rival bem menos perigoso que o desistente canadense Milos Raonic ele não foi penalizado nos momentos de oscilação e conseguiu vencer com firmeza. Já no começo Monteiro mostrou como seria a cara do jogo, conseguiu uma quebra no segundo game e sofreu para confirmar em seguida, salvando dois break-points antes de fazer 3/0.

O brasileiro teve o saque novamente ameaçado no quinto game e mais uma vez se salvou, só que no sétimo amargou a quebra. Contudo, Cerundolo não conseguiu aproveitar muito o momento e, logo após devolver o break, perdeu mais um saque, salvando antes quatro break-points. Monteiro então sacou para fechar o set e fazer 1 a 0.

Na segunda parcial, outra vez Monteiro largou bem e abriu 2/0 de casa. A oscilação veio no sexto game, quando teve o serviço ameaçado, só que conseguiu se salvar na chance de quebra cedida e rumou para faturar mais um set e assim ampliar a vantagem.

A definição veio no terceiro set, em que o brasileiro salvou dois break-points logo no segundo game para no terceiro obter a quebra de vantagem, aproveitando a quarta oportunidade que teve. Ele ainda ameaçou o serviço do rival argentino mais duas vezes, deixou escapar a chance no quinto game, mas no nono e último efetuou a quebra e selou sua vitória.

Monteiro levou a melhor em praticamente todos os principais números da partida, terminando com melhor aproveitamento de saque (66% contra 57%) e menor número de erros não forçados (29 a 47). Ele também teve os mesmos 3 aces de Cerundolo e cometeu menos duplas faltas (3 a 5), só perdendo mesmo nas bolas vencedoras (18 a 29).

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima