Nadal vence o Masters de Roma e completa cinco anos sem perder para Djokovic no saibro

Roma (Itália) – O espanhol Rafael Nadal completou exatos cinco anos sem perder para o sérvio Novak Djokovic sobre o saibro ao conquistar neste domingo seu 10º troféu no Masters 1000 de Roma, justamente o último lugar onde havia sido batido pelo sérvio, na final de 2016. Agora com seis triunfos consecutivos no piso, ele marcou as parciais de 7/5, 1/6 e 6/3, em 2h48 de duelo, aumentando seu favoritismo para Roland Garros dentro de duas semanas.

Nadal iguala novamente a disputa particular com o sérvio pela supremacia na tabela de título de Masters 1000, agora cada um com 36. Também reduz o confronto direto para 28 a 29, de Masters para 13 a 16 e de finais para 13 a 15. Sobre o saibro, no entanto, sua soberania é absoluta: 19 a 7 no total e 9 a 4 em decisões. O espanhol derrota Djokovic pela sexta vez em nove confrontos em Roma, onde ganhou quatro dos seis jogos decisivos.

Esta é a segunda grande conquista de Nadal na temporada 2021 em apenas quatro semanas, repetindo Barcelona, onde foi campeão pela 12ª vez. Ele havia sido batido em Monte Carlo e em Madri. Ao longo da carreira, são agora 88 títulos ficando mais perto dos 94 de Ivan Lendl, que é a terceira melhor marca da Era Profissional.

Nadal, 34 anos, e Djokovic, 33, fizeram a mais velha final de Roma desde 1968 e a segunda em torneios de Masters 1000, superada apenas pelo duelo entre Roger Federer e John Isner em Miami de 2019. No caminho derrotaram nomes da nova geração como Stefanos Tsitsipas, Alexander Zverev, Denis Shapovalov, Jannik Sinner e Reilly Opelka.

Recentes