Nadal vence fácil Zverev e vai à semifinal no Masters 1000 de Roma

Roma, Itália – Se na semana passada foi o alemão Alexander Zverev que levou a melhor, nesta sexta-feira foi a vez do espanhol Rafael Nadal dar o troco e bater o rival nas quartas de final do Masters 1000 de Roma. Com uma apresentação bem mais sólida que a de Madri, o canhoto de Mallorca triunfou em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/4, depois de 2 horas de partida.

O próximo oponente do número 3 do mundo será o surpreendente norte-americano Reilly Opelka, que vem sacando demais nesta semana e fará sua primeira semifinal de Masters 1000. Será a primeira vez que Nadal e Opelka medirão forças pelo circuito profissional.

Jogando bem mais profundo do que no duelo da semana passada em Madri e assim evitando ao máximo ser atacado por Zverev, o espanhol começou com tudo e venceu os quatro primeiros games da partida e só não chegou a cinco porque o alemão devolveu uma das quebras sofridas no quinto, diminuindo o prejuízo. Nadal então administrou a vantagem até o fim e só levou susto ao sacar para fechar.

Foram dois os momentos de maior apreensão para o nove vezes campeão de Roma no nono e último game do primeiro set. O primeiro deles foi em um tombo de Rafa, que viu o pé pender na linha quando deslizava para alcançar uma curta e foi ao chão. Tudo não passou de susto, e o espanhol seguiu firme na partida, O segundo ponto mais delicado foi o break que salvou antes de fazer 1 a 0.

A segunda parcial foi aberta e com chances para os dois lados. Nadal foi o primeiro a obter um break-point, ameaçando o saque do rival logo no primeiro game. Zverev se salvou e três games depois foi ele quem pressionou o espanhol, deixando escapar um 0-40 no serviço de Rafa, que salvou as três oportunidades de quebra cedidas e confirmou.

Rafael Nadal aproveitou o momento de alta após mostrar força em uma situação bastante delicada e conseguiu ele uma quebra no quinto game, precisando salvar mais dois break-points em seguida para abrir 4/2. O canhoto de Mallorca sofreu para fechar e teve que salvar três chances de quebra em um longo game até enfim selar sua sexta vitória em nove duelos contra Alexander Zverev.

Recentes