Naomi Osaka joga abaixo e é eliminada do WTA de Roma

Roma, Itália – As duas primeiras campanhas da japonesa Naomi Osaka sobre o saibro europeu foram decepcionantes. Eliminada na segunda partida de Madri na semana passada, desta vez ela sequer passou da estreia no Foro Itálico.

A número 2 do mundo teve três chances de vencer o primeiro set antes de cair diante da americana Jessica Pegula, 31ª do ranking, com as parciais de 7/6 (7-2) e 6/2.

Campeã do Australian Open em fevereiro, esta foi a quarta derrota de Osaka na temporada. Suas campanhas no saibro romano foram fracas. Em quatro tentativas, a melhor campanha veio em 2019 quando atingiu as quartas mas precisou abandonar devido a uma contusão na mão.

Pegula vinha de outro resultado inesperado em cima da russa Daria Kasatkina e agora terá pela frente Jennifer Brady ou Ekaterina Alexandrova. Soma agora 20 vitórias em 27 partidas na temporada, tendo atingido as quartas de final do Australian Open, a semifinal em Doha e as quartas em Dubai. Na última semana, em Madri, a norte-americana chegou às oitavas de final.

Na partida desta quarta-feira, Naomi Osaka teve muitas chances de levar o primeiro set. Obteve quebra precoce e saltou para 3/0 antes de ceder empate no sexto game. Firme nas devoluções, chegou a um set-point com 5/4 e mais dois com 6/5. Aí se perdeu no tiebreak, onde Pegula foi agressiva e dominou o tempo todo. Osaka perdeu o serviço no quarto game do segundo set, ainda reagiu mas voltou a perder o saque no sexto e aí não se recuperou mais.

Pegula cometeu 21 erros diante dos 37 da adversária, com vantagem também nos winners (22 a 20), sendo quatro aces para cada lado. Osaka conseguiu aproveitar apenas duas das nove chances de quebra que construiu, enquanto Pegula aproveitou quatro das cinco. No único duelo anterior entre elas, Osaka havia vencido no piso veloz de Pequim, em 2019.

Recentes