Tsitsipas confirma favoritismo, arrasa Rublev e conquista título inédito em Monte Carlo

  • O grego dominou o russo e conquistou o primeiro Masters 1000 da carreira

Monte Carlo, Mônaco – Quem esperava um jogo emocionante e disputado, se decepcionou. O que se viu na final do Masters 1000 de Monte Carlo, neste domingo (18), foi um apático Andrey Rublev contra um concentrado e dominante Stefanos Tsitsipas, que decidiu a partida em pouco mais de uma hora, por duplo 6/3.

Apesar de ter exaltado a força mental no torneio, Rublev jogou bem aquém do esperado para quem eliminou o grande favorito ao título, Rafael Nadal. Tsitsipas, então, aproveitou.

Tsitsipas entrou solto na partida, agressivo e com bom saque. Abriu 3 a 0 com uma quebra e sustentou sem sustos diante de um Rublev que não conseguia agredir adequadamente com seu backhand e nem forehand. O primeiro set terminou em 6 a 3 e o grego conquistou a quebra logo no terceiro game do segundo, abrindo 3/1. No nono game, Tsitispas colocou pressão, abriu 15/40 e venceu com erro do russo marcando 6/3 com nova quebra.

Tsitsipas já havia disputado duas finais de Masters 1000 anteriormente, mas foi derrotado em ambas. Na primeira, em 2018, no Masters do Canadá, perdeu para Nadal. Em 2019, no Aberto da Espanha, foi vencido pelo sérvio Novak Djokovic.

Com a vitória em Mônaco, Tsitsipas acrescentou o segundo título mais importante a sua coleção. Ele só havia vencido torneios de nível ATP 250 e o Finals de 2019.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima