Novak Djokovic: ‘Não consigo controlar o que meu pai fala’

Monte Carlo, Mônaco – Depois de disputar sua primeira partida desde o título do Australian Open em fevereiro, Novak Djokovic foi perguntado sobre as declarações polêmicas que seu pai, Srdjan Djokovic, fez nas últimas semanas.

Recentemente, Srdjan afirmou que as derrotas do filho aconteciam porque ele deixava e não por méritos dos adversários. Também fez ataques a Roger Federer, à organização do US Open e à imprensa internacional. Após a repercussão dessas falas, Djokovic afirmou que não pode controlar o que pai diz, mas que nem sempre concorda com as afirmações.

“Eu amo o meu pai. Ele é meu grande apoio. Não consigo controlar o que ele diz. Todos têm o direito de falar o que pensam, mas nem sempre concordo com tudo o que ele fala. Ele é um apaixonado e quer me proteger. Então, é claro que estou ao seu lado”, disse Djokovic, em entrevista coletiva nesta quarta-feira após sua estreia no Masters 1000 de Monte Carlo.

O experiente jogador de 33 anos já venceu duas vezes o torneio, em 2013 e 2015, e está bastante acostumado a treinar nas instalações do clube. “É ótimo estar de volta ao circuito e também jogar aqui em Mônaco, onde resido. Há quase 15 anos que uso este clube como base de treinamento, então é como jogar em casa”.

Recentes