Daniil Medvedev testa positivo e está fora do Masters 1000 de Monte Carlo

Monte Carlo, Mônaco – A temporada de saibro não começou de forma positiva para o russo Daniil Medvedev, que sequer conseguiu fazer sua estreia no Masters 1000 de Monte Carlo. Ele foi diagnosticado com o coronavírus e por isso acabou sendo forçado a desistir da competição, inclusive da dupla que faria com o gaúcho Marcelo Demoliner.

Nesta terça-feira (13), a ATP soltou um comunicado informando que Medvedev testou positivo para a Covid-19 em um exame realizado no dia anterior e por isso teve que abdicar da participação no evento. “Estou muito desapontado em não poder jogar em Monte Carlo. Meu foco agora é na recuperação. Espero voltar ao circuito o mais breve possível”, falou o russo.

Assim que ficou sabendo da contaminação, o vice-líder do ranking já foi colocado em isolamento e segue monitorado pelo departamento médico da ATP. O lugar de Medvedev na chave de simples foi ocupado pelo lucky-loser argentino Juan Ignacio Londero, que entrará direto na segunda rodada do torneio por substituir um dos principais cabeças de chave.

Com a ausência de Medvedev, o espanhol Rafael Nadal tem aumentadas suas chances de retomar o número 2 em Mônaco. Agora, basta ao canhoto de Mallorca alcançar as semifinais do torneio para superar o rival. Ele vai estrear na competição contra o argentino Federico Delbonis, contra quem jogou quatro vezes e ganhou todas em sets diretos.

Recentes