Artigo atual
Ashleigh Barty mantém número 1 da WTA

Ashleigh Barty mantém número 1 da WTA

  • Barty não apenas se sustentou na ponta do ranking, mas também ganhou bastante terreno na corrida para o WTA Finals

Miami, EUA – Muito questionada por alguns por manter a liderança do ranking mesmo sem ter competido em toda o segundo semestre de 2020, beneficiada pelo congelamento dos pontos no ranking, a australiana Ashleigh Barty deu uma resposta em quadra no WTA 1000 de Miami, onde defendeu pela primeira vez um título no circuito.

Campeã do torneio em 2019, ela foi a grande vencedora agora em 2021 e com o bicampeonato se manteve firme na ponta do ranking. Barty leva mais de mil pontos de vantagem para a japonesa Naomi Osaka, que a ameaçava em Flórida, mas que caiu nas quartas de final e agora está 1.201 pontos atrás da australiana.

Barty não apenas se sustentou na ponta do ranking, mas também ganhou bastante terreno na corrida para o WTA Finals. A australiana de 24 anos é agora a terceira melhor da temporada, ficando atrás apenas de Osaka, que aparece em primeiro lugar, e da espanhola Garbiñe Muguruza, que conquistou ótimos resultados neste começo de 2021.

Vice-campeã em Miami, a canadense Bianca Andreescu aproveitou a grande campanha para subir um pouco mais no ranking. Ela ganhou três colocações e agora é a número 6 do mundo, sua melhor posição da carreira.

Também foi para cima a grega Maria Sakkari, que ganhou seis lugares com as semifinais na Flórida e entrou no top 20, aparecendo nesta segunda-feira no 19º lugar, o melhor da carreira. Eliminada nas quartas, a bielorrussa Aryna Sabalenka foi outra que subiu, melhorou uma colocação e agora é a número 7 do mundo, igualando seu ranking mais alto até então.

Comentários (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

© 2018-2020 Agência Olímpica.