‘Lesões ficaram no passado’, afirma técnico de Bianca Andreescu

Toronto, Canadá – Uma das surpresas de 2019, conquistando o título do US Open com apenas 19 anos, a canadense Bianca Andreescu não disputou um torneio sequer em 2020 e aproveitou o ano conturbado, marcado pela pandemia do coronavírus e uma longa paralisação do circuito, para se recuperar fisicamente das lesões e voltar com tudo para a próxima temporada.

“Foi um ano difícil. Treinamos em Monte Carlo para nos recuperarmos totalmente de sua lesão no joelho. Ela estava pronta para voltar em Indian Wells, mas os torneios foram cancelados devido à pandemia. Durante o verão treinamos para o retorno, mas veio uma lesão no pé e tivemos que parar de treinar”, disse o técnico Sylvain Bruneau, em entrevista ao Match Point Canada.

Mesmo assim o treinador da canadense de 20 anos está otimista para o futuro. “Acho que as lesões agora são coisa do passado”, afirmou Bruneau, que destacou a prudência em esperar por uma recuperação plena, apostando em grandes resultados em 2021.

“Agora estamos trabalhando no primeiro saque, pois pode ser uma arma importante em seu jogo. Gostaria de vê-la subir com mais frequência para a rede. Assistimos muitos jogos para aprender algo novo que possa ser adicionado ao seu tênis, que pode ser diferente do que as outras jogadoras mostram e até mais inspirado do que fazem no masculino”, observou o treinador da canadense.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima