notícia e opinião sobre esporte

Número 1 do mundo nas duplas, tenista colombiano é flagrado em exame antidoping

Roberto Farah nega que tenha feito uso de boldenona e diz que a presença da droga em seu corpo poderia ser devido ao consumo de carne bovina

Cáli, Colômbia – Depois de alegar “motivos pessoais” para justificar sua ausência no Australian Open, o colombiano Roberto Farah abriu o jogo na terça-feira (15). Líder do ranking mundial de tênis nas duplas, ao lado de Juan Cabal, Farah testou positivo para a substância proibida boldenona.

A boldenona é uma substância anabolizante que aumenta a retenção de nitrogênio, a síntese de proteína e estimula a liberação de eritropoietina, outra substância banida, nos rins.

O comunicado foi feito pela Federação Internacional de Tênis (ITF), que constatou a presença da droga após um controle antidoping realizado em 17 de outubro de 2019 em Cáli, Colômbia.

Roberto Farah, de 32 anos, nega que tenha feito uso da substância e diz que realizou mais de 15 testes antidoping ano passado, todos com resultados negativos.

“Estou vivendo o momento mais tristes de minha vida e o mais triste, sem dúvida, da minha carreira esportiva”, escreveu Farah no Twitter.

“Estamos analisando os próximos passos para provar que nunca utilizei qualquer produto que atente contra o jogo limpo e a ética que caracteriza o esporte, especialmente o tênis”, assegurou.

Farah afirma que a presença de boldenona em seu corpo poderia ser devido ao consumo de carne bovina. O tenista disse “estar tranquilo e confiante com os resultados do processo”.

“Trabalharei firme para voltar o mais rápido possível às quadras”, concluiu.

Em seu currículo esportivo, Robert Farah ostenta dois ouros nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara (2011), em simples e em duplas, e dois títulos na chave de duplas de Grand Slam, ambos ao lado de Juan Sebastián Cabal, em Wimbledon e no US Open.

Leia também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar usando este site, você concorda com a utilização de cookies. AceitarLeia mais