Novak Djokovic completa um ano no topo da ATP

Dezesseis vezes campeão de Grand Slam, o sérvio Novak Djokovic acaba de completar a 52ª semana consecutiva no topo da ATP, a Associação dos Tenistas Profissionais. Na atualização desta segunda-feira (28), o tenista de 32 anos aparece com 9,545 pontos, à frente do espanhol Rafael Nadal (9,225) e do suíço Roger Federer (6,950).

Esta é a terceira maior sequência de Djokovic na liderança do ranking mundial. Anteriormente, entre julho de 2011 e 2012, ele ficou 53 semanas e, entre julho de 2014 e novembro de 2016, foram 124 semanas. Desta vez, no entanto, ele não passará de 53 semanas, já que Nadal assuminará a ponta a partir da próxima segunda (4).

O espanhol será o novo número um do mundo independente do resultado em Paris, uma vez que o sérvio perderá 1600 pontos das finais em Paris e Londres e Nadal não descartará nada.

Ainda no ranking, o italiano Mateo Berretini subiu dois postos e estreou no top 10 com o nono lugar. Ele segue na briga pelo top 8 que irá ao Finals. O russo Karen Khachanov subiu para oitavo, mas defende o troféu em Paris na próxima semana.

Roger Federer, que hoje confirmou desistência do Masters 1000 de Paris, poderá perder o posto de número 3. Tudo dependerá do desempenho de seu perseguidor mais próximo, o russo Daniill Medvedev. O tenista da Basileia perderá o número 3 caso o rival chegue à final na capital francesa.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima