Djokovic bate Shapovalov na estreia em Xangai

Data:

Assim como aconteceu nos dois duelos anteriores, ambos na atual temporada, o sérvio Novak Djokovic levou a melhor sobre o jovem canadense Denis Shapovalov, superando assim sua estreia no Masters 1000 de Xangai. O número 1 do mundo levou 1h10 para vencer seu primeiro obstáculo na competição, marcando duplo 6/3.

Esta foi a sexta vitória seguida do número 1 do mundo, que conquistou o título do ATP 500 de Tóquio, na semana passada. Contando também com a ausência do espanhol Rafael Nadal na disputa em Xangai, onde iniciou a defesa do título nesta quarta-feira, o sérvio garantiu a liderança do ranking com a taça na capital japonesa independente do que fizer nesta semana.

- Advertisement -

Depois de encarar um canhoto em seu primeiro jogo, Djokovic terá um desafio diferente na próxima rodada, quando medirá forças com o potente saque do norte-americano John Isner, que ultrapassou a barreira dos 1.000 aces na temporada e vem de duas boas vitórias, a primeira sobre o australiano Alex de Minaur e a mais recente sobre o francês Lucas Pouille, contra quem marcou parciais de 7/5 e 6/3.

Isner tem apenas duas vitórias em 11 duelos com o sérvio, a última delas em 2013, nas quartas do Masters 1000 de Cincinnati, perdendo os seis últimos embates. O outro triunfo do norte-americano veio também dentro de casa, no Masters 1000 de Indian Wells, em 2012. Djokovic levou a melhor nos dois encontros na China, ambos em Pequim, um deles em 2010 e o outro em 2015.

O primeiro set de ‘Nole’ foi praticamente impecável com o saque, cedendo somente um ponto ao rival canadense. Do outro lado, Shapovalov não teve o mesmo desempenho nos serviços, encarou dois break-points no segundo game e no oitavo voltou a ser ameaçado. Desta vez o sérvio concretizou a quebra para na sequência confirmar e fechar a parcial.

Shapovalov conseguiu igualar mais o jogo no começo do segundo set e teve sua primeira chance de quebra, no segundo game, mas não a aproveitou. No quinto foi a vez de Djokovic conseguir um break-point, que foi concretizado e deu a vantagem para o sérvio. Ele não apenas administrou a dianteira, como obteve novo break para fechar o jogo.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes