Ultimate magazine theme for WordPress.

Osaka derrota Barty e vence em Pequim

E a japonesa Naomi Osaka embalou na reta final da temporada. A ex-líder do ranking conquistou neste domingo o segundo título no espaço de 14 dias, ao virar o jogo diante da australiana Ashleigh Barty, atual número 1, com parciais de 3/6, 6/3 e 6/2, em duelo de 1h50.

Com a sucessão de vitórias, Osaka recuperou o terceiro posto do ranking e também garantiu presença no Finals de Shenzhen. Ela foi campeã no WTA de Osaka no domingo passado, sua cidade natal. Aos 21 anos, chega ao quinto troféu da carreira e o segundo de nível Mandatory, somando-se ao de Indian Wells do ano passado. Ela também faturou dois Slam, no US Open e na Austrália.

Na partida deste domingo, Barty obteve quebra num longo sexto game, evitou um break-point em seguida e abriu vantagem. Mas Osaka não se abalou e manteve o padrão ofensivo. Por fim, obteve quebra para ir a 4/2 e não deixou a chance escapar.

Embalada, tirou o serviço de Barty logo no game inicial do terceiro set e teve chance de outra quebra. Num momento crucial, evitou break-point no quarto game quando Barty errou um forehand e aí só teve de segurar a ansiedade para fechar o jogo no segundo match-point. Fechou a partida com 80% de pontos vencidos após acertar o primeiro saque. Esta foi sua segunda vitória em quatro duelos diante da australiana.

Barty buscava o quatro troféu da temporada, que se somaria aos de Miami, Roland Garros e Birmingham, além de ter sido finalista em Sydney. A campanha permitiu que a australiana abra distância de 1.081 pontos para a vice Karolina Pliskova.

Na final de duplas, as norte-americanas Sofia Kenin e Bethanie Mattek-Sandsvenceram a letã Jelena Ostapenko e a ucraniana Dayana Yastrenska, 6/3, 6/7 (5-7) e 10-7.

Leia também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar usando este site, você concorda com a utilização de cookies. AceitarLeia mais