Carlos Ramos não estará em nenhum jogo de Serena Williams no US Open

Carlos Ramos não estará em nenhum jogo de Serena Williams no US Open

Quem assistiu à final feminina do US Open ano passado, com certeza, deve lembrar do juíz que arbitrou o polêmico jogo entre a norte-americana Serena Williams e a japonesa Naomi Osaka. Pois então. Segundo publicação do The New York Times, o portugês Carlos Ramos não arbitrará nenuma partida com Serena no torneio deste ano.

Desde aquele dia 9 de setembro de 2018, Serena e Carlos não se cruzaram mais. Naquele ocasião, o árbitro puniu a tenista por receber orientações de técnico, Patrick Mouratoglou, e também por má conduta. Serena quebrou raquetes, chamou o juíz de “mentiroso, ladrão e sexista”.

Stacey Allaster, presidente da WTA, afirmou que Ramos estará no US Open, mas ficará de fora dos jogos da americana: “Não precisamos disso. Serão mais de 900 jogos e muitos jogos para o Carlos arbitrar. Queremo focar na competição e seguir em frente. Não queremos criar polêmicas desnecessárias”, disse.

Relembre o caso

Carlos Ramos não estará em nenhum jogo de Serena Williams no US Open
Serena Williams joga a raquete contra o chão na final contra Naomi Osaka do US Open — Foto: Robert Deutsch / Reuters

A confusão entre os dois começou no início do segundo set da decisão do Grand Slam americano no ano passado. Ela levou advertência por supostamente ter recebido instruções do técnico. A americana negou o ocorrido e iniciou um bate-boca com Carlos Ramos. Num segundo momento, Serena quebrou sua raquete e levou nova advertência, perdendo um ponto no sétimo game. Após o fim do game, ela chamou o árbitro de “ladrão” e, por esse motivo, foi advertida pela terceira vez, perdendo um game no 5/3.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima