Vice-campeão em 2018, Hugo Calderano estreia no torneio individual do Aberto do Catar

Data:

Brasileiro agora é o sexto do ranking mundial, referência na Europa e tem grande concorrência na briga pelo título do torneio

O brasileiro Hugo Calderano estreia nesta quinta-feira (27), no torneio individual do Aberto do Catar, competição platinum do Circuito Mundial de Tênis de Mesa. Atual vice-campeão do torneio, ele enfrentará um adversário vindo da fase preliminar. O horário ainda não foi definido pela Federação Internacional de Tênis de Mesa.

Se em 2018 Calderano ainda era uma surpresa para quem não conhece profundamente o esporte, com o brasileiro parando apenas na decisão, quando perdeu para o chinês Fan Zhendong, desta vez o panorama é totalmente diferente. Sexto do ranking mundial há quatro meses, grande nome do tênis de mesa na Alemanha, capaz de enfrentar o número 1 do mundo e vencer com autoridade.

- Advertisement -

“Um bom desempenho e bons resultados sempre aumentam a expectativa dos torcedores e a atenção dos adversários. Mas isso faz parte do esporte”, reconhece o brasileiro, que prefere não focar no resultado no Catar:

“Sei que há uma expectativa por causa do meu resultado em 2018, mas isso não muda a maneira como eu encaro a competição.  Num Aberto Platinum, com os melhores do mundo participando, é preciso foco total desde o início, independentemente de resultados anteriores”.

Para chegar ao título, Calderano tem adversários poderosos pela frente. Dos cinco primeiros do ranking mundial, apenas o número 1, Fan Zhendong, não estará presente em Doha. O brasileiro sabe que o caminho terá obstáculos e acredita que seja um bom termômetro para o Campeonato Mundial, que acontece no final de abril, na Hungria.

“O Aberto do Catar sempre é um dos mais disputados do Circuito e nesse ano não é diferente. De qualquer forma, com a mudança do ranking e, principalmente, por ser o ano pré-Jogos Olímpicos, serão muitas competições difíceis e muito disputadas pois todos os melhores do mundo querem buscar uma boa posição no ranking em Tóquio 2020. ​E é uma boa oportunidade de jogarmos boas partidas na reta final da preparação para o Mundial”, analisa.​

Duplas

Hugo Calderano se despediu do torneio de duplas do Catar logo na estreia. Ele e o brasileiro Gustavo Tsuboi perderam para os belgas Martin Allegro e Florent Lambiet, por 3 a 0 (4/11, 5/11 e 8/11), na manhã desta quarta-feira, pela fase preliminar 1.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes