Artigo atual
Nadal chega à final do Aberto da Austrália

Nadal chega à final do Aberto da Austrália

Rafael Nadal em partida contra o grego Stefanos Tsitsipas no Aberto da Austrália.

O espanhol aguarda a segunda semifinal do Aberto da Austrália para conhecer o seu adversário de sábado

O raio não caiu duas vezes em Melbourne. Depois de bater o atual campeão do Aberto da Austrália, Roger Federer (37), o grego Stefanos Tsitsipas (20) não conseguiu superar o espanhol Rafael Nadal (32), que o venceu confortavelmente por 3×0 e agora disputará sua quinta final do torneio.

Tsitsipas venceu Federer na quarta rodada das oitavas e prometeu “fazer algo bom” contra Nadal em uma semifinal muito esperada, mas o espanhol era muito poderoso para o grego, dando a ele pouca oportunidade de se tornar apenas o terceiro homem a vencer Federer e Nadal em um mesmo Grand Slam.

A semifinal foi tão confortável para Nadal quanto o placar de 6-2, 6-4 e 6-0 sugere. O 17 vezes campeão de Grand Slam jogou brilhantemente para avançar à 25º final de sua notável carreira, cinco a menos do que o recordista Federer.

Em sua forma atual, Nadal se mostrará um adversário formidável na final, tanto para Novak Djokovic quanto para Lucas Pouille, que jogarão um contra o outro na sexta-feira (25), na segunda semifinal masculina do Aberto da Austrália.

Perguntado pelo jornalista da CNN John McEnroe, que estava na quadra, se ele poderia jogar melhor, um sorridente Nadal respondeu: “Espero que sim”.

O jogador de 32 anos mais tarde descreveu sua exibição como “sólida” e “agressiva”, dizendo aos repórteres: “Provavelmente o backhand foi melhor que nos outros dos dias. Isso é importante para mim também, porque o forehand estava fantástico desde o nício do torneio, mas o backhand foi melhorando durante a semana”.

Esperava-se muito de Tsitsipas, o primeiro jogador grego a chegar a uma semifinal importante e o mais jovem a fazê-lo no Aberto da Austrália desde Andy Roddick, em 2003, aos 20 anos e 149 dias. Sua exibição impressionante contra Federer, o bicampeão defensor, aumentou as expectativas.

No entanto, Nadal estava jogando em outro nível, atuando em um padrão que nem o espanhol já havia alcançado em Melbourne – ele perdeu apenas 12 pontos no saque na partida e venceu lindamente. Tsitsipas não tinha esperança e caiu em uma hora e 46 minutos.

Nadal almeja tornar-se o primeiro homem na era aberta a vencer cada um dos quatro títulos de Grand Slam duas vezes.

A final masculina acontece no próximo sábado (26), a partir das 00h00, horário de Brasília.

Comentários (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

© 2018-2020 Agência Olímpica.