Delegação brasileira disputa a Copa do Mundo de rollerski na China

Delegação brasileira disputa a Copa do Mundo de rollerski na China

Competição da modalidade conhecida como “ski com rodinhas” será realizada de 4 a 6 de julho no Parque Olímpico de Pequim

A primeira etapa da Copa do Mundo de rollerski começa nesta quinta-feira, 4, em Pequim, na China – mais precisamente, no Parque Olímpico que abrigará as Olimpíadas de Inverno de 2022. Convidada, a delegação brasileira conta com os três atletas que, atualmente, ocupam o topo do ranking nacional da modalidade: Lucas Lima, Yuri Rocha e o olímpico Victor Santos.

“A equipe brasileira foi convidada diretamente pelo chefe da competição, o alemão Georg Zipf. Ele nos conheceu em 2015, em um campeonato brasileiro de Ski Cross Country e vem acompanhando e apoiando o nosso trabalho desde então”, conta Caio Freixeda, técnico da equipe de Ski Cross Country.

Apesar do convite um pouco em cima da hora e do evento não estar no calendário “regular” dos atletas brasileiros, a Copa do Mundo é uma ótima oportunidade de desenvolver alguns pontos específicos da equipe.

O técnico Caio Freixeda explica: “a periodização para estes atletas está voltada para o Campeonato Mundial Junior e Sub 23, que será realizado em março de 2020, e as etapas do Circuito Brasileiro de rollerski. Mas a participação no evento será muito benéfica em diversos aspectos”.

As expectativas de participar de um evento deste porte e competir com os melhores do mundo são sempre positivas. “Estou muito empolgado com essa oportunidade de participar da Copa do Mundo de rollerski. É uma chance de estar lado a lado com os melhores do mundo. A prova que tenho melhores expectativas é do sprint de 1.2km”, conta Victor Santos, atleta olímpico e atual dono do recorde nacional.

Rollerski

Também conhecido como “ski com rodinhas”, o rollerski já é muito famoso como forma de treinamento dos esportes de neve em países como Espanha e Rússia. Além disso, as competições da modalidade contam pontos no ranking mundial de Ski Cross Country da FIS – Federação Internacional de Ski.

No Brasil, as condições climáticas tornam a modalidade ainda mais fundamental: o Rollerski é uma alternativa na preparação dos atletas brasileiros de Ski Cross Country e na difusão dos esportes de neve.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima