Banido por doping, atleta russo não quer devolver medalhas ao COI

Alexander Zubkov, ex-presidente da Federação Russa de Bobsleigh (FRB), afirmou que não devolverá as medalhas conquistadas na Olimpíada de Sochi ao COI.

O ex-atleta russo foi banido pela Federação Internacional de Bobsleigh e Skeleton (IBSF) por dois anos

Alexander Zubkov, ex-presidente da Federação Russa de Bobsleigh (FRB), afirmou que não devolverá as medalhas de ouro conquistadas na Olimpíada de Sochi ao Comitê Olímpico Internacional (COI). A entidade fará a entrega das medalhas aos novos donos após anular os resultados da Rússia na competição devido aos casos de doping.

Alexander conquistou os títulos nas provas de dupla e quarteto do bobsleigh. Os outros integrantes da equipe também foram desqualificados e suspensos.

No início desta semana, o Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC) recebeu uma notificação do COI de que bobsleddersamericanos receberão a medalha de prata na prova de dupla dos Jogos Olímpicos de Sochi.

Zubkov, notificado em outubro de 2018 sobre a decisão, declarou: “Minha culpa não está comprovada, não pretendo devolver minhas medalhas. Não vou mudar de opinião, eles não provaram minha culpa. Vão tirar minha medalha por acusações forjadas? Eu ganhei honestamente e não devolverei”.

Com a desclassificação da Rússia, o pódio da competição ficará: Letônia, EUA, Grã-Bretanha (Quarteto); Suíça, EUA, Letônia (Dupla);

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima