Bernardinho vai comandar a seleção da França após Tóquio 2020

Brasil – Bicampeão olímpico como técnico da seleção masculina de vôlei do Brasil, Bernardinho será o novo treinador da França após a Olimpíada de Tóquio. O brasileiro vai substituir Laurent Tillie no comando da equipe com a missão de levar a seleção masculina europeia ao ouro nos Jogos de Paris, em 2024.  A informação foi publicada com exclusividade pelo francês L’Equipe.

A Federação Francesa procurou Bernardinho na última semana. O técnico do Sesc-Flamengo, em entrevista ao portal Web Vôlei, negou o acerto e afirmou que houve apenas uma sondagem inicial.

Bernardinho é um dos mais vitoriosos técnicos do vôlei mundial e vai comandar pela primeira vez uma seleção estrangeira. Ele chegou à seleção nacional em 2001 e de lá para cá conquistou dois títulos olímpicos (2004 e 2016), dois vice-campeonatos (2008 e 2012), três campeonatos mundiais (2002. 2006 e 2010) e outras dezenas de títulos.

O técnico deixou a seleção brasileira após a conquista do ouro nas Olimpíadas do Rio. Queria ficar mais perto da família após duas décadas se dividindo entre equipe e seleção. Agora, porém, assume uma nova missão para o próximo ciclo olímpico.

Antes do convite da seleção francesa, Bernardinho estava à frente da montagem do elenco do Sesc-Flamengo para a próxima temporada da Superliga. Na última edição da competição nacional, o treinador levou o clube à quinta posição, sendo eliminado nas quartas de final para o Sesi-Bauru.

Recentes