Bia Haddad bate ex-número 1 do mundo e avança em Wimbledon

Bia Haddad bate ex-número 1 do mundo e avança em Wimbledon

A paulista de 23 anos eliminou a espanhola Garbiñe Muguruza, ex-líder do ranking mundial, por duplo 6/4, em Wimbledon

Na tarde desta segunda-feira, 2, a tenista Bia Haddad, número 121 do mundo, garantiu mais uma importante vitória na carreira. Desta vez jogando na chave principal de Wimbledon, ela bateu a ex-líder do ranking mundial Garbiñe Muguruza, 27º WTA, vencedora da competição em 2017, por 2 a 0, com parciais de 6/4 e 6/4.

Esta é a segunda vez que a canhota paulista de 23 anos avança à segunda rodada do Grand Slam britânico, mas desta vez sobre um importante nome do circuito profissional feminino. Em 2017, a brasileira também chegou à segunda rodada. Aquele ano também marcou o melhor resultado de Muguruza, que levou o título.

Na próxima rodada, a paulista de 23 anos terá pela frente Harriet Dart. Hoje, a britânica venceu a norte-americana Christian McHale por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 6/4 e 6/4.

A partida

O começo de partida foi complicado para Bia, que teve o serviço quebrado logo no game de abertura. Além disso, Muguruza confirmou facilmente o saque para já abrir 2/0. A desvantagem momentânea no placar não foi suficiente para que a brasileira perdesse confiança e o empate já aconteceria no quarto game.

Aos poucos, Bia se mostrava cada vez mais firme do fundo de quadra e capaz de sustentar os ralis contra sua adversária. Além disso, a canhota paulista sacava muito bem nos momentos de pressão no fim do primeiro set, escapando de dois break points. Vencendo por 5/4, ela se aproveitou de um momento em que Muguruza errou mais que o normal e conseguiu mais uma quebra para fechar o set.

Na segunda parcial, Bia foi ainda mais firme em seu saque e só perdeu cinco pontos quando colocu o primeiro serviço em quadra. Desta vez, a brasileira não sofreu quebras, embora tenha enfrentado dois break points no difícil sétimo game. Pouco depois, vencendo por 4/3, Bia conseguiu um 0-40 no saque de Muguruza, mas a espanhola conseguiu manter o serviço.

Quando parecia que a oportunidade teria passado e que a ex-número 1 ganharia confiança, Bia novamente manteve o saque e pressionou a rival, contando com uma dupla-falta da espanhola para chegar à vitória. Cada uma das jogadoras fez 20 winners e Muguruza cometeu um erro a mais, 27 a 26. Nos break points, Bia aproveitou dois em sete possíveis e só teve o serviço quebrado uma vez em todo o jogo.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima