‘Roger Federer faz muita falta em todos os torneios’, declara Rafael Nadal

O espanhol mais uma vez falou sobre a ausência de Federer em Wimbledon e lamentou que o suíço não esteja podendo competir

Londres, Inglaterra – Ausente na chave de Wimbledon neste ano, se recuperando de uma terceira cirurgia no joelho, o suíço Roger Federer não deixou de comparecer ao All England Club em 2022 e esteve por lá no último domingo para a cerimônia de homenagem aos 100 anos da Quadra Central, na qual ficou ao lado das maiores lendas do tênis, entre eles o rival e amigo Rafael Nadal.

O espanhol mais uma vez falou sobre a ausência de Federer na competição e lamentou que o suíço não esteja podendo competir, embora veja isso como natural, uma vez que o rival já está com 40 anos. Rafa também destacou que não é apenas em Wimbledon que Federer faz falta e sim em todos os torneios do circuito.

“Acho que já falei isso, mas vou dizer de novo. É uma coisa negativa (a ausência de Federer), mas esse é o círculo da vida. O tempo passa e o relógio nunca para. Precisamos nos acostumar com isso. Mas é claro que tem um lado pessoal do meu relacionamento pessoal com Roger, que sempre foi ótimo. Ele provavelmente é meu maior rival”, comentou Nadal.

“Ao mesmo tempo, todas as coisas que compartilhamos juntos na quadra é algo difícil de descrever, foram muitas emoções e tantas outras coisas. Não podemos criar uma história apenas sobre Wimbledon, pois acho que Roger Federer é importante em todos os torneios, não só aqui. É um jogador que faz muita falta em todos os eventos do tênis, sem dúvida”, acrescentou o espanhol.

O canhoto de Mallorca voltará a pisar na Quadra Central nesta segunda-feira, quando fechará a programação do dia no principal palco do All England Club, encarando o holandês Botic van de Zandschulp pelas oitavas de final. O vencedor enfrentará na próxima rodada quem passar do jogo entre o norte-americano Taylor Fritz e o quali australiano Jason Kubler.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM