Stefanos Tsitsipas derruba Jiri Lehecka e joga final em Roterdã

Aos 23 anos, Tsitsipas disputará sua 18ª final na carreira. O grego tem sete títulos de ATP, o mais recente deles conquistado no saibro de Lyon, no ano passado

Roterdã, Holanda – Principal cabeça de chave do ATP 500 de Roterdã, Stefanos Tsitsipas teve trabalho para garantir seu lugar na final do torneio holandês em quadras duras e cobertas. O número 4 do mundo começou atrás no placar contra o jovem tcheco de 20 anos Jiri Lehecka, 137º do ranking e vindo do quali, mas conseguiu a virada com parciais de 4/6, 6/4 e 6/2 em 1h51 de jogo.

Aos 23 anos, Tsitsipas disputará sua 18ª final na carreira. O grego tem sete títulos de ATP, o mais recente deles conquistado no saibro de Lyon, no ano passado. Seu adversário na final virá da partida entre o russo Andrey Rublev e o canadense Felix Auger-Aliassime. O histórico de confrontos entre Tsitsipas e Rublev está empatado por 4 a 4. Já contra Aliassime, o grego lidera por 5 a 2.

Eliminado na semifinal, Lehecka teve o melhor resultado da carreira em um torneio da ATP e também está com seu melhor ranking. Durante a semana, eliminou nomes como Denis Shapovalov, Botic van de Zandschulp e Lorenzo Musetti. O tcheco deverá entrar no top 100 a partir da próxima segunda-feira.

O primeiro set teve apenas uma quebra, conquistada por Lehecka ainda no início da partida. O tcheco sacou muito bem durante a parcial e não enfrentou break-points, perdendo apenas oito pontos em seus games de serviço. Tsitsipas ainda escapou de outras duas oportunidades de quebra na parcial, chegando a salvar um set-point quando perdia por 5/3.

Logo na abertura do segundo set, Tsitsipas finalmente teve um break-point no jogo, mas Lehecka manteve o serviço em um game muito longo. Desta vez, foi o grego que sacou muito bem e não correu riscos em seu serviço. A única quebra do segundo set aconteceria no último game da parcial. Tsitsipas ganhou confiança e abriu 3/0 no último set. Ele só perdeu quatro pontos no saque durante a parcial decisiva e conseguiria mais uma quebra na reta final do jogo.

Lehecka liderou nos winners por 30 a 19, mas cometeu 31 erros contra só 13 de Tsitsipas. O grego aproveitou três dos cinco break-points que teve na partida e só perdeu um game de saque, tendo enfrentado chances de quebra apenas no primeiro set.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM