Abertura dos Jogos de Paris 2024 será no rio Sena

Esta será a 1ª vez que uma inauguração ocorrerá fora de estádio

Paris, França – O comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Paris anunciou nesta segunda-feira (13) que foi aprovado o projeto para a realização de uma inédita cerimônia de abertura da competição no rio Sena, em 26 de julho de 2024.

Esta será a primeira vez na história que o evento de inauguração das Olimpíadas não acontecerá dentro de um estádio de futebol.

Mais de 160 barcos com atletas de mais de 200 delegações desfilarão ao longo do rio da capital francesa por quase seis quilômetros. O trajeto vai da Ponte Austerlitz até a Ponte Iena, no coração de Paris, e o encerramento da cerimônia acontecerá na esplanada do Trocadero, em frente à Torre Eiffel.

A expectativa dos organizadores é receber cerca de 600 mil pessoas, sendo uma parte do público acomodada às margens do Sena, em arquibancadas pagas, enquanto outra parte do público terá acesso gratuito à cerimônia.

O projeto havia sido anunciado em julho, durante os Jogos Olímpicos de Tóquio, pelo presidente da França, Emmanuel Macron, e levantava dúvidas por parte de representantes de segurança pública devido à vigilância que será necessária.

Segundo relatos, as autoridades responsáveis pela segurança queriam limitar a audiência a 250 mil pessoas, enquanto os organizadores e a Prefeitura de Paris pretendem um espetáculo aberto a 2 milhões de pessoas.

“Hoje é um momento importante. São muitas emoções, muito entusiasmo. A Cerimônia de Abertura será claramente a maior”, afirmou Tony Estanguet, chefe dos Jogos de Paris-2024, ao lado da prefeita de Paris, Anne Hidalgo, durante coletiva de imprensa.

O orçamento do evento é estimado em quase 4 bilhões de euros, a maior parte de fundos privados. Ao todo, 80 telas gigantes serão instaladas ao longo do trajeto, “para que todos os espectadores possam aproveitar o espetáculo”, que deve durar mais de três horas.

Além disso, diversas animações devem ser projetadas nas pontes situadas pelo caminho (cerca de 10, incluindo as célebres Pont Neuf, des Arts e Alexandre III). Até o momento, porém, os organizadores ainda não decidiram onde ficará a tocha olímpica.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

Artigos relacionados